Portaria Virtual: Um acesso aos novos tempos

O mundo passa por uma profunda transformação e, com isso, novas tecnologias estão cada vez mais acessíveis ao público. Assim, a gestão de condomínios também é beneficiada pelas mudanças e avanços tecnológicos. Nesse contexto, uma novidade cada vez mais frequente em imóveis no Brasil é a Portaria Virtual.

A Portaria Virtual chegou ao mercado como uma solução ideal para reduzir os custos de um condomínio adotando uma nova forma de gerenciar portarias. O objetivo é reduzir despesas em condomínios utilizando sistemas remotos por meio de controles. Diferentes condomínios podem ser controlados simultaneamente reduzindo os custos e oferecendo serviços com melhor qualidade.

Vejamos abaixo alguns exemplos:

Segurança do Perímetro

Para implantação de uma portaria virtual é necessária a criação prévia de um plano de segurança no empreendimento, a fim de analisar o controle de acesso, possíveis falhas no campo de visão e a estrutura em si do empreendimento, ou seja, se o mesmo comporta a implantação da Portaria Virtual.

Controle de Acesso

O Controle de Acesso se dá por meio de cadastro efetivo dos moradores que só possibilita a entrada por meio de sistema de tag ou dispositivo de controle de acesso. Para os visitantes, é necessária a identificação junto à Central, ao qual a mesma comunica ao morador que, por sua vez, autoriza o acesso do visitante.

Absenteísmo

Com a Portaria Virtual substituindo o modelo tradicional de portaria, o problema referente à possível substituição do profissional ausente é praticamente zero, pois a responsabilidade de substituição do profissional é inteiramente da empresa contratada, assim evitando desgastes e perda de tempo por parte do síndico.

Custo de Implantação

Para muitos, o custo de implantação de uma Portaria Virtual assusta, haja vista a aquisição de câmeras, cabos e custos de instalação cobrados pelas empresas que prestam o serviço. Se analisarmos friamente os custos entre os modelos de portaria, a opção de Portaria Virtual é muito mais vantajosa. Isto porque, ao contratarmos uma portaria tradicional, seja por contratação direta ou terceirizada, somos responsáveis por custo de salários e demais encargos trabalhistas, que oneram consideravelmente os custos fixos de um condomínio. Já com a Portaria Virtual, temos em um primeiro momento um custo consideravelmente alto, em virtude da aquisição do sistema de segurança com cabeamento, câmeras, barreiras de segurança, tags e demais itens de implantação. Porém esses custos são diluídos com o passar do tempo e posteriormente ficamos apenas com os custos de manutenção e prestação de serviços da empresa que opera o sistema.

Uma residência

O Empreendimento Uno Residence já foi desenvolvido para atender aos princípios de segurança para implantação desse modelo de negócio onde todas as movimentações são registradas em um software. Esse sistema permite o acesso a todas as informações de fluxo de pessoas e carros no condomínio. Portanto, se o condômino quiser saber que horas determinada pessoa entrou ou saiu, poderá requerer a informação à Central de Controle.